16 de jul de 2015

Brevidade

Foto: Mayse Silva


Não gosto de perder meu tempo em coisas que não deem futuro, já fiz muito isso, mas aprendi minha lição: viver plenamente é pra quem sabe aproveitar os melhores momentos da vida, por menores que sejam. É saber quando é  hora de parar de insistir em algo que tá te fazendo mal.

Eu parei de reclamar do que não tenho e ao invés de ficar sentada me lamuriando, decidi ir atrás do que eu quero. Mas percebi que pode haver perigo nisso. Somos ensinados a nunca desistir dos sonhos, a lutar a todo custo, só que a tarefa mais difícil é ponderar se esse sonho realmente vale a pena, se é realmente algo que sonhamos ou se foi um "sonho" que enfiaram na nossa cabeça, ou se é algo que desejamos para agradar alguém, para ser superior a alguém, ou para ser aceito em determinado grupo ou por determinadas pessoas. 

As vezes acontece de estarmos tão obcecados por algo que perdemos coisas melhores. Quer uma dica? Lute pelo que você quer, mas seja perceptivo a outras oportunidades que a vida te dá e só faça algo se for realmente por você. Danem-se os outros, a vida é sua e ela é muito curta pra desperdiçar com caprichos alheios.

Outra coisa: se você está indo atrás de algo que sirva para sua realização pessoal, ok. Faça todo esforço necessário para dar certo, mude de métodos se preciso, trace uma outro caminho, uma nova rota, e não fique triste enquanto não der certo. Mas se seu esforço é por alguém, pare, imediatamente. Ninguém, repito, ninguém merece seu esforço para mantê-lo por perto. Quem quer ficar, fica. Sejam amigos, um amor, se foi deixe ir, não vale à pena correr atrás. 

Comigo eu só quero quem sente bem ao meu lado, quem está comigo de forma incondicional e por livre e espontânea vontade, sem pedir nada em troca, quem está porque realmente gosta de mim. Eu parei de mendigar amor, parei de forçar amizades que me esqueceram e você deveria fazer o mesmo. Experimenta! Vai ver como vai se sentir mais leve. 

A vida é muito breve para perdermos tempo com o que não importa, pra doar tempo a quem não quer, pra perder a cabeça com coisas que talvez nem valham nosso esforço. Eu aprendi essa lição, e espero que você também consiga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário