20 de dez de 2015

Jessica Jones (Primeira temporada)


Oi gente! Hoje eu vim falar para vocês de uma série MARAVILHOSA! Que eu assisti a primeira temporada feito uma louca, porque quando passa da metade fica impossível parar de assistir, e já estou na bad porque quero a segunda temporada pra ontem!
Jessica Jones é uma adaptação do HQ da Marvel de mesmo título a série é produzida pela Marvel e Netflix (palmas para a Netflix que vem aumentando a produção de séries originais, uma melhor do que a outra). A primeira temporada conta com 13 episódios com duração de aproximadamente 50 min cada.

Kristen Ritter é quem dá vida a personagem-título da trama, e na minha opinião ela fez um trabalho incrível como Jessica Jones. Jessica é uma heroína bem diferente do que estamos acostumados, ela não vai usar nenhum codinome, e  no começo da série nem podemos chamá-la de heroína, a propósito. Nos primeiro episódios vamos conhecer quem é Jessica: uma investigador particular, bêbada em tempo integral, atormentada por traumas do passado, e que vive no bairro de Hell’s Kitchen, o mesmo lar de Demolidor, série que é também parceira da Marvel com a Netflix.


No primeiro episodio Jessica recebe um caso de desaparecimento que parece ser mais um com o qual ela já está acostumada a lidar, porém conforme vai investigado, Jessica percebe quem está por trás do desaparecimento de Hope Shlottman (Erin Moriarty): Kilgrave, seu ex psicopata, que controla a mente das pessoas. O caso de Hope vai ser o alicerce para o desenvolvimento da protagonista, pois ao tentar ajudar Hope, é que a heroína Jessica Jones vai sendo construída. 

Aos poucos somos apresentados ao vilão Kilgrave, vamos conhecendo quem ele é e do que é capaz, ao mesmo tempo que, aos pouco temos vislumbres do passado dele com Jessica. Kligrave é um vilão espetacular, muito bem construído, e aqui vai meus parabéns à David Tennant, que conseguiu interpretar tão bem esse papel. 


Kilgrave é totalmente  inescrupuloso, e é obcecado por Jessica Jones, que no decorrer da trama descobre que é imune ao controle metal de Kilgrave. Ele acredita piamente que Jessica o amava, e não medirá esforços para tê-la novamente. Em um jogo doentio e sádico Kilgrave coleciona um número enorme de vítimas, o que incomoda Jessica, pois se sente culpada por todas as mortes causadas por Kilgrave.

Temos também as tramas secundárias: o relacionamento amoroso entre Jessica e Luke Cage (Mike Colter), ele  tem a pele indestrutível, e em um dos episódios, controlado por Kilgrave, travará uma luta de tirar o fôlego com Jessica. Conhecemos também Trish Walker (Rachael Taylor), melhor amiga de Jessica, que ira se envolver com o policial Simpson (Wil Traval) que se aproxima de Trish com a intenção de se redimir após ter sido controlado por Kilgrave para matá-la. Malcom (Eka Darville) um drogado que nem acerta a chave de seu apartamento, mas depois será de grande ajuda para Jessica. E a advogada Jeri Hogarth (Carrie-Anne Moss) a quem Jessica sempre recorre, e que terá também um papel importante no desenrolar da trama.

Para o post não ficar ainda mais longo e eu não acabar soltando spoilers vou parar por aqui, porque se deixar passo o dia inteiro falando de Jessica Jones. A série já é uma das minhas favoritas, e já estou morrendo de ansiedade para a próxima temporada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário